Para quem deseja investir e saber mais sobre o mercado financeiro precisa conhecer algumas entidades, como é o caso da Anbima. Conhecida como Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais, a  Anbima certifica e autoriza agentes e instituições financeiras.

Os governos federal e estadual possuem uma infinidade de agências que regulam e supervisionam os mercados financeiros e as empresas. Cada uma dessas agências tem uma gama específica de deveres e responsabilidades que lhes permitem atuar independentemente umas das outras enquanto trabalham para cumprir objetivos semelhantes.

Cada um dos órgãos que atuam no setor financeiro foi projetado com objetivos específicos e, provavelmente, em algum momento da sua vida você vai ouvir falar. Mas, hoje falaremos sobre a  Anbima e sua importância no mercado financeiro. Continue a leitura e saiba mais.

Entender termos financeiros, siglas e expressões relacionadas a produtos e serviços do mercado financeiro pode parecer um desafio para quem é novo investidor , por isso, a INCO preparou um glossário especial para você. Baixe aqui.

glossario do mercado financeiro

O que é a Anbima?

Muitos investidores têm receio de investir seu dinheiro em instituições financeiras com medo de que o mercado financeiro não seja  fiscalizado e, caso haja algum problema na empresa que investiu, acabe perdendo dinheiro.

A entidade surgiu em 2009 em uma fusão entre a Associação Nacional das Instituições do Mercado Financeiro (ANDIMA) e a Associação Nacional dos Bancos de Investimento (ANBID).

A Anbima refere-se à entidade que trabalha com o intuito de defender os interesses do mercado financeiro. Isso significa que ela representa e controla:

  • bancos comerciais;
  • bancos de investimento;
  • bancos múltiplos com carteira comercial e bancos múltiplos com carteira de investimentos; 
  • caixas econômicas;
  • bancos de desenvolvimento;
  • corretoras de títulos e valores mobiliários e distribuidoras de títulos e valores mobiliários, autorizados a funcionar pelo Banco Central do Brasil; 
  • administradoras e gestoras de recursos de terceiros, registradas perante a Comissão de Valores Mobiliários; 
  • instituições financeiras ou não financeiras que não estão acima listadas, que comprovadamente prestem serviços financeiros a terceiros e que sejam consideradas de interesse pela Associação. 

Para exercer o controle e a fiscalização dessas empresas, a Anbima tem seu próprio regulamento que determina parâmetros e obrigações para que as instituições possam exercer suas funções de forma adequada e dentro dos critérios estabelecidos.

A  Anbima é, portanto, um dos órgãos que ajudam a regular esse mercado favorecendo o investidor, quanto à segurança e transparência.

Como a entidade Anbima funciona?

Para compreender como funciona a  Anbima é essencial entender como funciona o Sistema Financeiro Internacional (SFN).

Segundo o site do Banco Central do Brasil, o SFN é “formado por um conjunto de entidades e instituições que promovem a intermediação financeira, isto é, o encontro entre credores e tomadores de recursos. É por meio do sistema financeiro que as pessoas, as empresas e o governo circulam a maior parte dos seus ativos, pagam suas dívidas e realizam seus investimentos”.

A Anbima surge, então, como reguladora dos participantes do Sistema Financeiro Nacional, estabelecendo regras feitas pelo e para o mercado, e em benefício dele.

Entretanto, cabe ressaltar que a  Anbima tem um método diferente de outras entidades como a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), pois ela atua com base na autorregulação, o que significa que as empresas financeiras se uniram a fim de desenvolver melhores práticas de gestão.

Essa autorregulação permite que se crie normas visando garantir transparência e segurança nos mercados financeiros de capitais, proporcionando ao investidor proteção e segurança para suas associadas.

Como podemos ver, o trabalho da  Anbima é regulamentar, fiscalizar e cobrar qualquer empresa que atue no setor financeiro. Ou seja, o objetivo da regulamentação é prevenir e investigar fraudes, manter os mercados eficientes e transparentes.  Continue acompanhando a leitura.

Qual o papel da Anbima no mercado financeiro?

Ao escolher investir é comum que o investidor busque conhecer as instituições financeiras e o que oferecem de produtos e serviços para facilitar até mesmo na escolha de quais tipos de investimentos serão feitos, se na Bolsa de Valores, no setor imobiliário, financiamentos coletivos, entre outros. 

E, para isso, é preciso analisar e classificar as categorias de produtos com que irão atuar de forma a compreender o que vai afetar suas decisões de investimentos e objetivos de vida. 

Portanto, alguns fatores devem ser levados em conta antes de começar a pesquisar sua estratégia de investimento, ou seja, é importante reunir algumas informações básicas sobre:

  • os riscos associados ao produto e seus ativos;
  • as garantias e regras do mercado;
  • os prazos de carência das instituições e bancos;
  • o perfil das instituições e prestadores de serviços associados ao produto.

Sendo assim, na hora de decidir investir, estamos entregando nossas economias para um gestor profissional, uma instituição financeira. Esses especialistas são treinados para escolher aplicações e monitorar o mercado diariamente, a fim de avaliar as melhores opções de investimento.

Entretanto, investidores com pouca ou nenhuma experiência, normalmente, não possuem muito conhecimento do mercado financeiro e, talvez, precisem contar com empresas que facilitem o acesso a dados e que possam cuidar da segurança do setor. Para isso, a gestão profissional deve ser regulada pela CVM e autorregulada pela ANBIMA.

Quais são os compromissos da Anbima?

Conforme o site da  Anbima, ela tem quatro pilares como modelo de atuação, os quais são: 

Informar

É surpreendente como muitos investidores negligenciam os indicadores-chave sobre uma empresa antes de investir. Informar-se sobre o mercado financeiro é o primeiro passo para quem deseja começar a investir. 

Sendo assim, a  Anbima visa apresentar dados seguros, como preços, índices, ferramentas, estatísticas para garantir mais transparência e segurança do mercado. 

Compreender a regulamentação do setor bancário, de valores mobiliários e de seguros pode ser confuso. Embora a maioria das pessoas nunca negocie diretamente com essas agências, elas afetarão suas vidas em algum momento.

Autorregular

O processo de autorregulação da Anbima é “expressa na forma de códigos de melhores práticas, criados a partir de propostas que nascem e são aperfeiçoadas nas comissões temáticas de representação”.

Desta forma as regras que norteiam as atividades do mercado são discutidas e criadas pelas próprias instituições associadas. E o cumprimento das regras é  realizado por uma área de “Supervisão de Mercados”.

Representar

A  Anbima tem um grupo responsável pela definição de propostas sobre a atividade de negociação de instrumentos financeiros, ligadas às comissões de autorregulação, operacional Selic, de produtos de tesouraria. O intuito é estimular o diálogo e incentivar um melhor funcionamento do mercado.

Educar

Nós sabemos que cada perfil de investidor tem necessidades diferentes, por isso você deve determinar quais são as suas na hora de investir. 

  • Você pretende economizar para a aposentadoria?
  • Você está planejando comprar uma casa ou um carro no futuro? 
  • Você está economizando para a educação de seus filhos ou até mesmo buscando melhorar sua qualificação profissional.

Educação também é a base dos valores da  Anbima, principalmente quem atua no setor e/ou deseja investir. 

Inclusive, a Anbima é responsável por centenas de empresas associadas e oferece cursos que capacitam quem deseja trabalhar nessa área. Sabe-se que ela oferece dois tipos de certificação: CPA-10 e CPA-20.

Se você desejar conhecer mais sobre o Estatuto Social da Associação e seus principais objetivos como entidade, acesse aqui.

Conheça as certificações Anbima

Você sabia que a Anbima regula os profissionais de agências bancárias e que atendem investidores não-qualificados por meio da certificação CPA 10?

Como destacamos anteriormente, a Anbima também atua para educar o mercado financeiro.

Dentro desse compromisso, ela incentiva os profissionais do setor bancário e de investimentos a desenvolver melhor qualificação. Para isso, ela oferece certificações para os profissionais do mercado de finanças.

As certificações CPA 10 e CPA 20 da Anbima visa capacitar os profissionais que atuam em agências bancárias e cooperativas de crédito para poder vender produtos financeiros.

CPA-10

A CPA–10 é uma importante parte do Programa de Certificação Continuada da ANBIMA

(Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais),dos mercados financeiros e de capitais.

A CPA-10 (Certificação Profissional ANBIMA – Série 10) é fornecida desde 2003 e tem validade de 5 anos para profissionais com vínculo empregatício e de 3 anos para quem não atua nessas entidades. 

Ao imergir nessa capacitação o discente aprenderá sobre:

  • Sistema Financeiro Nacional;
  • Ética,
  • Regulamentação e análise do perfil do investidor; 
  • Noções de economia e finanças; 
  • Princípios de investimento; 
  • Fundos de investimento;
  • Instrumentos de renda variável;
  • Renda fixa e derivativos; 
  • Previdência complementar Aberta: PGBL e VGBL.

CPA-20

A CPA-20 (Certificação Profissional ANBIMA – Série 20) foi criada em 2002 e difere da CPA-10, pois foi desenvolvida para aqueles que atuam na venda de produtos de investimento ou na manutenção de carteiras nos segmentos varejo alta renda, private banking, corporate e investidores institucionais. A validade do certificado é de 5 anos.

O profissional capacitado tem conhecimentos mais aprofundados nas seguintes áreas:

  • Compliance Legal;
  • Ética e análise do perfil do investidor; 
  • Instrumentos de renda variável, renda fixa e derivativos;
  • Fundos de Investimento;
  • Previdência Complementar Aberta: PGBL e VGBL; 
  • Mensuração, gestão de performance e riscos.

Vale lembrar aqui que todas as funções realizadas por um profissional CPA 10 são também  realizadas pelo profissional certificado pela CPA 20.

Conclusão

Agora que você já conhece melhor a Anbima e sua importância para o mercado financeiro e para os investidores que pretendem investir de forma segura e planejada, que tal conhecer de forma mais aprofundada como planejar suas finanças neste curso gratuito sobre planejamento financeiro. Basta clicar aqui. Boa aula!

Aqui na INCO você pode contar com total apoio para te ajudar a tomar as melhores decisões financeiras.

O que acha de aprender como investir com apenas R$1000? Baixe o nosso Guia e descubra como começar a investir.

CURSO PLANEJAMENTO FINANCEIRO INCO

Publicações relacionadas