A profissão de assessor de investimentos tem ganhado espaço no mercado de investimentos. Com a popularização das plataformas de investimento e o aumento do número de pessoas físicas na B3 em alta, o mercado financeiro abriu um gap para os assessores financeiros.

O papel da assessoria de investimentos é de auxiliar os clientes a ver seus pontos cegos e identificar onde e como investir.

Entenda como funciona a assessoria de investimentos e de que maneira eles auxiliam os clientes no mundo dos investimentos a alcançar o sucesso. Boa leitura!

Aproveite e conheça um pouco mais sobre as nomenclaturas do mercado financeiro. Baixe o glossário gratuitamente aqui.

O que é a Assessoria de Investimentos?

A assessoria de investimentos é uma equipe de especialistas que trabalha focada em ajudar investidores a montar uma carteira de investimentos compatível com o seu perfil de investidor e objetivos de vida.

O assessor de investimentos usará vários estilos e estratégias de investimento diferentes, como crescimento ou valor, para sugerir aos seus clientes.

Alguns consultores elaboram carteiras de investimento para cada cliente. Outros consultores se limitam a um ou mais portfólios gerenciados centralmente que refletem uma estratégia, estilo ou modelo de investimento específico. Um assessor auxilia o cliente com estratégias e estilos de investimento diferentes para diversificar seus portfólios e alcançar a melhor alocação de ativos e a melhor rentabilidade.

O que faz um assessor de investimentos?

Os assessores de investimentos analisam o quadro geral da vida financeira de um cliente, incluindo dívidas, ativos, despesas e receitas, para ajudar os clientes a determinar quais devem ser esses objetivos.

Algumas pessoas procuram um profissional financeiro quando têm objetivos de longo prazo.

Embora a maioria das decisões de investimento possa ser reduzida a regras básicas bastante simples, como reduzir sua exposição a ações à medida que envelhece, às vezes as pessoas só precisam de um norte. Um profissional experiente pode ajudá-lo a encontrar o caminho certo e, geralmente, mantê-lo longe de problemas e investimentos arriscados demais para o perfil.

A função do assessor de investimentos é auxiliar seus clientes em decisões relacionadas aos investimentos no mercado financeiro. Um assessor pode trabalhar tanto com iniciantes no mercado quanto com investidores experientes. Vale lembrar que, para atuar na área, é preciso ter formação específica (falaremos disso adiante!).

Uma boa consultoria financeira ajuda os clientes a entender quem eles são, quanto tempo têm para investir e que combinação de investimentos os levará a seus objetivos de longo prazo com o nível mais baixo de risco aceitável.

Em uma pesquisa da Vanguard foi demonstrado que ter um assessor de investimentos adiciona retorno aos seus investimentos precisamente por tirar você do risco quando os mercados ficam instáveis. A Vanguard estima esse número em cerca de 3%.

Como encontrar um assessor financeiro?

A volatilidade do mercado pode deixar os investidores cautelosos, mas um bom assessor pode ajudá-lo a resistir. As finanças comportamentais são uma das principais causas do fracasso financeiro. É quando as pessoas entram em pânico e podem tomar decisões financeiras no calor do momento.

O papel que um consultor financeiro pode desempenhar é relevante, principalmente em momentos em que os investidores podem estar sujeitos a decisões emocionais.

Os assessores financeiros podem ajudá-lo a planejar seus investimentos para enfrentar a tempestade e manter o curso quando os tempos ficarem difíceis, mas é bom atentar-se na hora de escolher uma assessoria de investimentos.

É importante observar que a maioria dos assessores do mercado financeiro deve estar ligada de alguma forma a uma corretora de investimentos – o que é obrigatório para exercer a função.

Confira se:

  • O Assessor Autônomo de Investimentos (AAI) é certificado pela Ancord.
  • Os Assessores que trabalham em corretoras possuem certificação da Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais).

Escolhendo uma assessoria de investimento: vale a pena?

O sucesso de sua meta financeira depende muito da experiência e expertise do assessor de investimentos.  Portanto, você deve confirmar que está escolhendo a empresa certa.

Além disso, verifique também se eles são uma empresa conceituada no mercado. Quando se trata de assessoria de investimentos, é muito importante a experiência e o histórico de quem vai te ajudar em escolhas para seu futuro financeiro.

O desempenho do mercado financeiro está sujeito à volatilidade do mercado e ninguém sabe disso melhor do que os assessores de investimento. Assessores experientes explicarão como investir no mercado de ações para obter retornos de longo prazo e evitar perdas.

Portanto, encontre um consultor que te auxilie a definir suas expectativas, explique como o mercado funciona e dê conselhos imparciais.

Uma assessoria de investimentos precisa manter a clareza com o investidor, ajudando, portanto, a entender como construir riqueza com investimentos graduais.

Escolha uma empresa de consultoria do mercado financeiro que tenha um histórico comprovado e seja confiável para outros investidores.

Conclusão

Vimos neste blog que, os assessores de investimentos trabalham com seus clientes para entender melhor seus ativos e o que desejam que façam por eles no futuro.

Por exemplo, se um cliente deseja economizar para a aposentadoria, mas não tem certeza de como fazer, o assessor pode sugerir o tipo de estratégia a ser usada, sugerir investimentos específicos e responder a perguntas sobre quanto economizar.

Apesar de ser importante ter uma assessoria financeira em alguns casos, há também muitos outros tipos de investimentos possíveis.

Os benefícios de uma assessoria financeira podem ser vistos e medidos desde o curto até o longo prazo.  

E quando falamos sobre investimentos é fundamental não pensar apenas no momento atual, mas estar pronto para o futuro. Que tal conhecer a plataforma de  investimentos que mais cresce no Brasil? Clique aqui e saiba mais.

Aproveite para acompanhar outros conteúdos do blog e aprender mais sobre gestão de investimentos com foco no longo prazo. Assine nossa newsletter. Cadastre-se aqui.

newsletter INCO

Publicações relacionadas