Você deseja captar investidores para escalar o seu empreendimento imobiliário? Sabemos que empreendimentos imobiliários sempre envolvem volumes significativos de capital financeiro. 

Certamente, se você tem muitos planos para o futuro, pode precisar de financiamento adicional para o crescimento do seu empreendimento. 

Para isso acontecer, independentemente de você estar apenas começando ou estar no setor há anos, requer um planejamento cuidadoso. Para escalar estrategicamente suas operações, você deve garantir que terá os recursos (trabalhadores, equipamentos, etc.) para lidar com o trabalho adicional, certo!?

Isso pode ser algo simples, ao mesmo tempo que pode ser desafiador. Tudo depende de qual caminho você irá escolher para conseguir captar investidores para financiar seu empreendimento. 

Quaisquer que sejam seus objetivos, existem várias maneiras de obter o financiamento necessário, cada uma com seus próprios prós e contras.

Por isso, separamos aqui as principais formas para captar investidores para seu empreendimento imobiliário.

O que é a captação de recursos e qual a sua importância?

De forma geral, a captação de recursos é a melhor forma de obter dinheiro e apoio para o seu negócio, projetos etc. As pessoas geralmente procuram uma oportunidade de financiamento quando têm um projeto que precisa de recursos para ser lançado. No entanto, o dinheiro é apenas um lado do negócio, outro é aumentar a conscientização sobre o problema, características, demandas e necessidades da empresa.

Como captar investidores para minha empresa do setor imobiliário?

Encontrar financiamento é, normalmente uma das partes mais desafiadoras de iniciar um novo negócio imobiliário. Os riscos versus as recompensas de investir em novas empresas geralmente podem deixar os investidores preocupados em entrar. A responsabilidade, então, é das incorporadoras e construtoras tornar sua ideia de negócio atraente o suficiente para merecer a atenção dos investidores. 

Existem várias opções para financiar seu projeto imobiliário. Você pode optar por usar suas economias, solicitar um empréstimo bancário, pedir emprestado a familiares e amigos, tentar arrecadar fundos, solicitar subsídios para grandes instituições bancárias ou encontrar investidores e alternativas de financiamento coletivo para apoiar seu modelo de negócios. 

Algumas maneiras podem ser mais gerenciáveis ​​e benéficas para o seu novo negócio do que outras, dependendo do que você está tentando alcançar e onde você está no processo – você ainda está no estágio da ideia ou está pronto para lançar? 

Para novas ideias de empreendimentos imobiliários, conseguir o investidor certo pode ser o catalisador para seu sucesso. É por isso que, quer você queira lançar ou expandir, você precisa chamar a atenção dos investidores e motivá-los a aprender mais sobre você e sua empresa. 

Quais são as principais fontes de captação de recursos para o setor imobiliário?

Existem várias maneiras diferentes de obter financiamento para o seu negócio, e a mais apropriada para você será determinada pelas suas circunstâncias, como o tamanho da sua empresa, quanto dinheiro você precisa, a natureza de seus planos de crescimento, quanto controle você deseja manter etc.. 

Suas opções de empréstimo podem incluir:

1. Empréstimos em bancos e credores tradicionais

Empréstimos bancários estão entre as opções mais populares para financiar empreendimentos de construção. Entretanto, os prazos não são flexíveis, cobram altas taxas de juros e não atendem a todos os perfis de pessoas e empresas.

Há alguns anos existiam poucas linhas de crédito e a maioria financiava somente a construção. Ou seja, as empresas do setor imobiliário primeiro compravam o terreno com o próprio dinheiro e depois financiavam a construção. É importante destacar, também, que as atividades como incorporação, documentação e os primeiros estágios da obra, que não eram contemplados pelos financiamentos bancários, muitas vezes dependiam de caixa próprio ou de investidores qualificados, os quais muitas vezes acabavam tornando-se sócios dos empreendimentos. Um desafio para os empreendedores do setor imobiliário!

Hoje isso mudou, mas isso depende do perfil de crédito e do tipo de garantia que a construtora e a incorporadora podem oferecer. Do ponto de vista tradicional, os bancos tradicionais são uma aposta de como captar recursos financeiros para empresas.

Os empréstimos em bancos tradicionais funcionam como um empréstimo pessoal. Para conseguir um empréstimo para construção civil, por exemplo, as construtoras têm que passar por diversas etapas que podem demorar meses — o que pode afetar o andamento da obra. Algumas delas são:

  • Análise de crédito;
  • Assinatura do contrato;
  • Proposta da financeira: o que inclui as altas taxas de juros e o valor máximo que o empreendedor poderá receber de crédito.

Os contras? Ser aprovado para um pode ser bastante difícil, considerando os requisitos de crédito pessoal e comercial. Além disso, no caso de sua empresa fechar as portas ou se deparar com circunstâncias desfavoráveis, como dificuldades financeiras, você precisará pagar pessoalmente parte do empréstimo do próprio bolso. 

2. Family and friends

Ainda pouco utilizado no Brasil, esse recurso é uma opção para quem não tem capital próprio para financiar alguma parte do empreendimento imobiliário por meio de recursos de amigos e familiares. O “Family and friends” é o termo usado para essas situações em que o financiamento é entre pessoas próximas.

Essa modalidade é mais utilizada entre construtoras de menor porte e que são mais familiares. O que pode ser uma desvantagem, devido aos acordos informais, falta de planejamento referentes à execução da obra, entre outras considerações.

3. Aporte governamental

Buscar aporte governamental pode ser algo interessante para algumas empresas do setor imobiliário. O aporte governamental é feito através dos bancos públicos, como a Caixa Econômica Federal, o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), ou Banco do Brasil.

Normalmente, o governo federal oferece programas de crédito específicos para alguns segmentos da economia, com o intuito de facilitar a captação de recursos para financiamento de seus projetos. 

4. Financiamento coletivo: Investimentos para construção civil

Plataformas de financiamento imobiliário, também conhecidas como crowdfunding imobiliário, são alternativas de financiamento que estão crescendo rapidamente. O objetivo delas é complementar às atividades bancárias, viabilizando a linha de crédito para as empresas que precisam financiar seus projetos imobiliários, além de oferecer novas oportunidades de investimento para pessoas físicas que desejam investir no setor imobiliário.

O crowdfunding é uma maneira dos empresários arrecadarem dinheiro, não pedindo a um investidor um grande investimento, mas entrando em contato com um grande grupo de investidores, cada um contribuindo com uma pequena quantia de dinheiro. Uma diferença fundamental entre o crowdfunding e os métodos mais tradicionais de captar dinheiro está na plataforma usada, pois o crowdfunding geralmente é feito por plataformas online.

No Brasil, o órgão regulador do sistema financeiro (Conselho Monetário Nacional) e a Comissão de Valores Mobiliários (CMV) regulamentam os modelos de financiamento alternativo por meio de dois estatutos distintos, por meio da Resolução CMN 4.656/2018 e da Instrução CVM 588/2017.

O financiamento coletivo imobiliário é uma alternativa aos empréstimos tradicionais, que permite:

  1. Menor custo de capital/altos retornos: Em um momento em que a Selic está em alta e os empréstimos bancários cobram altas taxas, o financiamento coletivo imobiliário oferece uma alternativa de baixo custo para as empresas do setor imobiliário.
  2. As alternativas de financiamento coletivo fornecem uma opção acessível e atingível para levantar capital. Além disso, a facilidade de acesso ao crédito é rápida e com baixas taxas de juros. 
  3. Um benefício das plataformas de financiamento coletivo é que, ao contrário dos bancos, eles têm pouca necessidade de uma presença física em um local. Assim, as plataformas online podem ser mais eficientes em termos de custos do que os credores tradicionais que precisam de presença física e mão de obra para operar de forma eficaz.
  4. A redução das despesas gerais reduz o custo do empréstimo para o empreendedor e, por sua vez, também aumenta o retorno para os investidores, uma vez que os custos administrativos são mais baixos.
  5. Aumenta a concorrência em um espaço tradicionalmente dominado por instituições bancárias. 
  6. Além disso, cria o incentivo para os tradicionais entidades para inovar, reduzir custos e aumentar a eficiência. Isso não só ajudará os mutuários a ter acesso ao crédito em tempo hábil, mas também reduz o custo de contratação de um empréstimo. Além da concorrência dos tradicionais investimentos com plataformas online podem resultar em maiores retornos para os investidores e menores custos para empreendimentos ou outros mutuários.

E, agora, como escolher a melhor empresa para captar investidores ?

Custo e conveniência não são os únicos fatores na hora de buscar financiamento para o seu negócio. Considere como cada solução se encaixa em suas metas de longo prazo e avalie os riscos de cada uma também.

Qual a sua principal necessidade? Acesso fácil e rápido ao crédito? Explore os vários caminhos para o crescimento da sua empresa de construção com sabedoria! É hora de captar investidores com a INCO!

Conclusão

O grande problema das incorporadoras, construtoras e empreendedores do setor imobiliário é o acesso ao financiamento. Desde as grandes até as pequenas empresas, não há garantias de que irão conseguir a aprovação do crédito para construção civil junto aos bancos. 

Existem inúmeras opções de crédito para quem procura maneiras de captar investidores para o crescimento ou expansão dos empreendimentos imobiliários. Os empréstimos continuam sendo uma opção essencial para as empresas porque geralmente vêm com menos restrições, prazos de pagamento mais curtos e, em alguns casos, taxas de juros baixas.

Entretanto, os investidores são um recurso inestimável para as empresas, fornecendo apoio financeiro essencial para projetos, como os imobiliários. 

Por isso o crowdfunding imobiliário, também conhecido como financiamento coletivo imobiliário, tem se tornado uma tendência crescente no mercado de investimento e por boas razões: utilizado corretamente, pode beneficiar tanto aqueles que procuram financiar investimentos quanto receber financiamentos. 

Como essa é uma tendência mais recente, não deixe de pesquisar as plataformas de crowdfunding imobiliário e tenha em mente a devida diligência ao fazer investimentos.

Conheça uma nova forma de financiar seus projetos e captar investidores com o financiamento coletivo imobiliário da INCO. Impulsione seu projeto imobiliário com o financiamento coletivo da INCO! Saiba mais aqui.

Invista com a INCO