Novembro é mês de black friday, tempo de impulsionar o mercado e a economia. Milhares de empresas, lojas e afins ao redor do mundo põem seus serviços e produtos em promoção. As ofertas são tentadoras e os descontos parecem imperdíveis! Mas, será que é tudo isso que eles anunciam? E ainda, será que os descontos, promoções e valores são realmente verdadeiros? 

Em busca de desmistificar todas essas dúvidas e ainda trazer pontos importantes que muitos nem levam em conta, nós formulamos este texto. É hora de esclarecer seus direitos como consumidor e não ser mais enganado! Nós vamos te ajudar nisso, afinal de contas, todos querem aproveitar o melhor que a black friday tem a oferecer.

Antes de continuar, que tal conferir nosso material com dicas de como investir 1000 reais? Começar a investir é uma boa forma para conseguir mais dinheiro e aproveitar melhor momentos como a black friday!

O que é a black friday?

Black friday significa sexta-feira negra. Nos Estados Unidos, a data acontece logo após o dia de Ação de Graças. A black friday, também, acabou se consolidando como uma espécie de início para as vendas de Natal. 

De acordo com a história, a escolha do nome tem a ver com uma denominação policial para o dia seguinte ao feriado. De acordo com eles, havia muitas pessoas nas ruas e lojas, causando grandes congestionamentos na Filadélfia, local onde surgiu a terminologia.

Após 1990, a data ganhou força comercial. Lojistas se aproveitaram da nomenclatura para lançarem grandes promoções e dar início ao período de compras para o Natal.

No Brasil, a black friday ganhou força na internet, em meados de 2011.

Em 2019, a black friday acontece na sexta-feira, dia 29 de novembro.

Principais cuidados

Cuidado para que sua black friday não se torne uma black fraude! Em geral, a maioria dos consumidores não têm consciência dos seus direitos. Por causa disso, acaba não só perdendo boas oportunidades, como também sendo enganados e se prejudicando. 

Mas, já chega disso, não é mesmo? Já está mais do que na hora de conhecer seus direitos e partir em busca do melhor que o mercado tem a te oferecer. 

Pensando nisso, nós separamos algumas dicas que vão te ajudar a manter a black fraude bem distante de você:

“Metade do dobro”

Você já ouviu falar em metade do dobro? Esse é um golpe comum que algumas lojas aplicam. Durante a black friday, elas colocam os produtos pelo dobro do preço para depois dar um “desconto” de metade do valor. Por isso, antes da black friday, é interessante pesquisar o preço dos produtos que você deseja comprar. Você pode também fazer o acompanhamento da variação dos preços dos produtos usando ferramentas como o Zoom ou o JáCotei. Dessa forma, você conseguirá saber se as promoções são realmente verdadeiras ou se só se trata da “metade do dobro”.

Não utilize redes de wi-fi públicas para comprar

Esta dica, na realidade, vale para o ano inteiro. Mas, lembre-se de tomar esse cuidado especialmente na black friday. Evite fazer transações online, compras e outras coisas importantes em redes de shoppings, rodoviárias, aeroportos, lojas, restaurantes, etc.

Black fraude via email

A black friday não chama a atenção apenas de consumidores, mas também de pessoas mal intencionadas. É comum que hackers enviem promoções via email para conseguir roubar dados. Por isso, antes de clicar em qualquer link, note se a extensão do destinatário condiz com a da loja. Além disso, sempre confira se o endereço da página para a qual foi redirecionado está correto.

Cuidado com ofertas muito boas em sites desconhecidos

Sites que você não conhece podem ser fraudulentos. Tome muito cuidado com aquilo que “parece bom demais para ser verdade”, porque, muito provavelmente, não é verdade mesmo. Mais importante do que aproveitar uma oferta, é ter seus dados e informações seguros.

Evite baixar aplicativos desconhecidos

As lojas de aplicativos também podem conter conteúdos fraudulentos. Aplicativos falsos de lojas, que prometem descontos, cupons exclusivos, ou ainda avisar as melhores promoções, podem ser cilada. Se você quiser baixar o aplicativo de alguma loja, vá até o site oficial e baixe o aplicativo indicado.

Não faça compras em sites com URL’s sem HTTPS

Os sites que são confiáveis terão um “S” em seu endereço de URL. O “S” significa que a conexão entre o site e seu aparelho é segura. Dessa forma, seus dados pessoais, bancários e do cartão de crédito estarão também seguros e não serão interceptados durante a compra. Sites https:// costumam mostrar um cadeado fechado na URL e o endereço numa cor verde. 

Entretanto, https por si só não garante que o site é seguro. Portanto, é preciso seguir outras dicas de segurança.

Evite promoções que valem apenas em links encurtados

Durante a black friday, é comum receber mensagens via email, SMS, WhatsApp e redes sociais com links infectados. Esses links, na realidade, podem ser cópias dos sites originais de grandes lojas. Por meio deles, os hackers conseguem as informações e dados dos consumidores. NÃO clique diretamente nesses links. Acesse o site original para verificar se a oferta é real.

Atualize seu antivírus

Existem antivírus que usam a lista do PROCON-SP e outras listas antifraude para bloquear o acesso a sites falsos e que podem trazer algum tipo de golpe ou problema. Verifique se o seu antivírus está atualizado com essa opção de segurança e mantenha-se protegido.

+ Dicas

Conheça sua situação financeira

Durante a black friday é normal acabar sendo atraído pelos preços baixos e cair em ciladas. Muitos acabam fazendo dívidas nessa época do ano e esquecem que estão bem próximos de outras épocas que exigem gastos: Natal, ano novo, férias, pagamentos de impostos e volta às aulas. Por isso, nessa época, mais do que nunca, é importante ter em mente sua situação financeira e não ir com muita sede ao pote. Saiba até quanto você pode gastar e, se estiver realmente precisando de algo, defina isso como sua prioridade. Leve em conta quanto você tem de dinheiro guardado e o limite do cartão de crédito. Tudo isso avaliando se você conseguirá pagar as próximas faturas. A black friday pode acabar saindo muito mal e minar sua estabilidade financeira

Conhecer sobre sua situação financeira é importante, inclusive, na hora de realizar investimentos. Confira nosso material com diferentes opções que vão de acordo com seu perfil. É só clicar na imagem abaixo.

Faça uma lista

Como dito acima, é melhor focar em suas prioridades. Em meio a tantas promoções, você pode acabar se perdendo e fazendo compras por impulso. Uma lista do que você precisa pode ajudar muito nisso. É um bom jeito de você se organizar e manter o foco. Uma outra dica é fazer uma lista daquilo que você precisa e outra daquilo que você deseja. 

Não compre correndo

Não deixe que a empolgação do momento te faça tomar decisões ruins. Muitas pessoas acabam comprando com pressa, com medo de o produto ou a promoção acabar. Tenha calma. Realizando a pesquisa prévia e seguindo as dicas que damos, você vai conseguir fazer uma boa escolha sem precisar fazer tudo correndo. Leve em conta e analise com calma todas as etapas: preço, desconto, características do produto, escolha da loja, prazo de entrega e condições de devolução e de troca.

Compare preços

Compare os preços de diversas lojas. Às vezes, você acha que o preço de uma loja está bom, quando, na verdade, existem opções mais baratas. Além disso, não leve em conta apenas o preço, mas também valores de frete, condições de troca, etc. Existem lojas, por exemplo, que têm a opção de retirar o produto na loja física, o que pode baratear os custos. Analise todas as opções e opte pela melhor. Porém, tome cuidado com isso. Escolha sempre uma opção que, além de barata, seja confiável. Afinal, nem sempre o mais barato é a melhor opção.

Aproveite promoções relâmpagos

É comum que ao longo do dia aparecem ofertas relâmpago que duram apenas alguns minutos. Fique atento às lojas e aos produtos que você tem preferência e deseja comprar para aproveitar essas ofertas.

Pesquise a avaliação de cada loja

Acredite se quiser, a avaliação de uma loja diz muito sobre ela. Antes de realizar uma compra online, avalie qual é a reputação da loja. Leia os comentários que os consumidores fizeram acerca da loja e dos produtos. Você também pode realizar uma pesquisa em sites como o Reclame Aqui. Além disso, evite comprar em lugares desconhecidos. Isso vai te ajudar a ficar bem longe de surpresas desagradáveis.

Dê preferência ao cartão de crédito

Algumas lojas acabam oferecendo maiores descontos para pagamentos no boleto bancário. Entretanto, apesar disso, a recomendação dos especialistas é que os consumidores optem por pagamentos no cartão de crédito, pois é uma opção mais segura. Caso o consumidor tenha problemas com a compra, por exemplo, ele pode contar com o apoio do banco nesse caso.

Preste atenção nas condições de devolução e de troca

Durante a black friday, muitas empresas alteram suas políticas de devolução e de troca. Antes de realizar qualquer compra, confira como estão essas condições e esclareça todas as suas dúvidas. 

Compras na semana da black friday

Em alguns casos, vale mais a pena realizar as compras na semana da black friday, antes mesmo da sexta-feira. Durante essa semana, as lojas já oferecem descontos e algumas promoções. 

Muitas vezes, os produtos que já estão com desconto dificilmente cairão mais o preço no dia da black friday. Por isso, é bom já garantir o produto se estiver com um bom desconto antes que ele acabe esgotando na sexta. 

Conheça seus direitos

Caso a empresa apresente problemas, ela pode ser multada. Fique atento ao Código de Defesa do Consumidor e garanta seus direitos. Qualquer coisa, procure o Procon. 

Além disso, a Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (câmara-e.net) desenvolveu um código de Ética da Black Friday Brasil. Por meio dele, os consumidores ficam mais protegidos graças às normas de conduta que as empresas precisam seguir.

Qual o melhor horário?

As primeiras horas da black friday – das 22h de quinta às 2h de sexta-feira, os sites provavelmente estarão bastante congestionados. Evite, também, outros horários de pico, como período do almoço e próximo às 18h –  momentos em que a maioria das pessoas não está trabalhando.

Produtos que valem mais a pena: histórico de preços

A Zoom, plataforma de comparação de preços, a pedido da InfoMoney, realizou um levantamento com os produtos que tiveram maiores descontos no ano passado. Mesmo que, muito provavelmente, a black friday deste ano não vá seguir o mesmo padrão, o histórico de preços ajuda a saber mais ou menos o que esperar.

Acompanhe alguns dos dez produtos citados e seus respectivos descontos abaixo:

  • Fritadeira Elétrica – 37,51%
  • Ventilador e Circulador – 36,72%
  • Fone de Ouvido/ Headset – 27,73%
  • Micro-ondas – 25,77%
  • Bicicleta – 21,35%
  • Tênis – 19,38%
  • Celular e Smartphone – 15,27%
  • Notebook – 12,61%
  • Geladeira – 12,59%
  • Televisão – 12,55%
  • Guarda-Roupas – 5,39%

Para este ano, espera-se que os produtos com maiores descontos sejam: smartphones, TV’s, eletrodomésticos, beleza e saúde, moda e acessórios, esporte e lazer e livros. 

Alguns produtos a serem evitados:

  • Smartphones de modelos antigos;
  • Roupas e calçados (costumam estar mais baratas depois do Natal e ao final de cada coleção ou estação);
  • Cama, mesa e banho (mais baratos após o Natal);
  • Brinquedos (também costumam baixar o preço após o Natal);
  • Joias (do mesmo modo que as roupas, prefira esperar a troca de coleção. Além disso, depois do Dia dos Namorados, as peças também costumam estar mais baratas);
  • Material escolar (a melhor época é no período de volta às aulas).

Cuidado também com:

Produtos que não estão dentro do seu orçamento e que não serão úteis, mesmo que estejam em promoção.

Melhores lojas online na black friday

Com base nas últimas edições da black friday e em outros critérios, separamos algumas lojas, por categoria, que têm grandes chances de oferecer boas promoções:

Beleza e Saúde

Natura

O Boticário

Quem Disse Berenice

Esporte e Lazer

Centauro

Netshoes

Livros

Amazon

Saraiva

Submarino

Lojas de Departamentos

Aliexpress

Americanas

Submarino

Carrefour

Casas Bahia

Magazine Luiza

Moda e Acessórios 

Marisa

Posthaus

Vivara

Zattini

Além desses, existem outros sites que também podem ser boas opções. Você só precisa tomar cuidado para não acabar entrando em ciladas. O Procon SP divulgou uma lista com sites que devem ser evitados, que tiveram reclamações de consumidores contra eles, mas não se pronunciaram ou não foram encontrados. 

Vale a pena comprar na black friday?

Muitos se perguntam se realmente vale a pena passar tanto tempo esperando a black friday, se as promoções são boas e se tudo não passa de um grande engano. Apesar de ter muita black fraude por aí, e dos cuidados que precisam ser tomados, a verdade é que vale a pena comprar na black friday. Pesquisas apontam que existem descontos e promoções realmente bons durante essa época. Além disso, as edições passadas estão aí para demonstrar isso.

Conclusão

A black friday pode te colocar em duas situações completamente distintas: numa furada ou numa boa. Para garantir a segunda opção, tome os cuidados citados acima e nunca realize uma compra sem pesquisa prévia. 

Para aproveitar ao máximo uma black friday é importante ter capital, certo? Além das dicas sobre black friday, que tal ouvir nossa dica para estimular suas finanças?

Aqui na INCO você pode investir no mercado de crowdfunding, começando com apenas 1000 reais. Que tal ir juntando uma boa quantia para aproveitar de forma plena a próxima black friday? Clique aqui e descubra como.

Publicações relacionadas